Sudão exige retirada de Missão da UA e ONU em Darfur

Cartum, Sudão (PANA) - O Governo sudanês reiterou o seu apelo para a retirada da Missão Conjunta da União Africana (UA) e Nações Unidas em Darfur (MINUAD), afirmando que ele  espera por uma reunião dum comité misto encarregue de fixar uma estratégia de saída da Missão .

O responsável do Governo sudanês encarregue dos processos de paz em Darfur, Amin Hassan Omar, declarou no fim de semana no Centro dos Mídias Sudaneses (SMC) que o comité misto do Governo sudandês e da União Africana (UA) deverá reunir-se e formular uma estratégia clara para a retirada da Missão híbrida, como exigido pelo Sudão.

Nenhuma data foi fixada para a reunião.

O Governo sudanês intensificou recentemente o seu apelo para a retirada da MINUAD depois de a Missão anunciar que dezenas de mulheres foram violadas pelas forças governamentais em Darfur.

Dois dias mais tarde, a MINUAD negou o seu relatório, afirmando que uma visita de terreno  não provou casos de violação sexual.

No entanto, o mesmo organismo declarou que as suas visitas de terreno foram marcadas pela presença do Exército, de forçças de segurança e da Polícia.

Os peritos afirmaram que a retirada da MINUAD, maior missão de manutenção da paz das Nações Unidas no mundo, precisa de mais tempo e planificação.

-0- PANA MO/SEG/AKA/TBM/FK/TON  05jan2015

05 Janeiro 2015 15:03:48




xhtml CSS