Pesquisadores em busca do controlo de natalidade masculino

Nairobi- Qénia (PANA) -- O controlo de natalidade com uso de drogas sem hormonas para homens poderá estar em breve a venda no mercado, graças ao trabalho de pesquisadores Britânicos que descobriram que a uma droga já em uso causa deformidades nas céluas dos espermas, tornando-as incapazes de fertilizar um ovo.
A droga, de acordo com um estudo feito por cientistas, é utilizada para tratar uma rara desordem genética chamada doença de Gaucher, e não contém quaisquer hormonas nem tem qualquer efeito no comportamento sexual masculino.
Em testes que duraram três semanas, os pesquisadores administraram a alguns ratos machos um dose diária da droga, a que deram o nome de "NB-NDJ".
A droga tornou o rato infértil, produzindo espermas que eram deformados, incapazes de nadar com sucesso para fertilizar um ovo.
Mas os ratos reganharam a sua fertilidade depois de terem deixado de ministrar a droga na quarta semana.
Os pesquisadores afirmam no seu relatório que a infertilidade não foi causada por uma redução dos níveis de testosterona nos ratos, argumentando que a droga foi capaz de alterar bio-quimicamente a produção de esperma sem afectar a sua quantidade.
E isto foi feito com doses 10 vezes mais pequenas do que as utilizadas para tratar a doença de Gaucher.
Eles afirmam que a droga mostrou ser uma promessa como um contraceptivo masculino devido a sua facilidade de utilização via oral, a baixa dose necessária, e por não causar impacto nas hormonas masculinas.

13 Dezembro 2002 12:08:00


xhtml CSS