Pedro Pires regressa a Abidjan com missão da CEDEAO

Praia, Cabo Verde (PANA) - O Presidente cabo-verdiano, Pedro Pires, integra a delegação da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) enviada esta segunda-feira a Abidjan para tentar encontrar uma solução à crise pós-eleitoral na Côte d'Ivoire, soube-se de fonte oficial.

A missão de mediação da CEDEAO esteve terça-feira passada em Abidjan, onde transmitiu uma mensagem da organização regional ao Presidente cessante, Laurent Gbagbo, para ceder o poder a Alassane Ouattara, considerado pela comunidade internacional como legítimo vencedor das eleições de 28 de Novembro passado, caso contrário será obrigado a fazê-lo pela força.

Para além dos Presidentes Pedro Pires (Cabo Verde), Yayi Boni (Benin) e Ernest Koroma (Serra Leoa), mandatados pela CEDEAO, o grupo de mediação integrará também o primeiro-ministro queniano, Raila Odinga, na qualidade de mediador da União Africana (UA) para a crise na Côte d’Ivoire.

Os quatro mediadores devem reunir-se com Gbagbo e com Ouattara para darem continuidade às negociações iniciadas na semana passada.

De regresso a Cabo Verde depois da primeira missão a Abidjan, Pedro Pires disse que a missão da CEDEAO à Côte d’Ivoire foi « útil e oportuna » e permitiu à delegação trocar pontos de vista com os principais atores políticos envolvidos no processo.

“Entendemos que a nossa presença foi útil e ficou decidido que a mesma missão voltará a Abidjan nos primeiros dias de Janeiro, eventualmente no dia 3”, afirmara o Presidente cabo-verdiano.

-0- PANA CS/TON 3Jan2010  







03 Janeiro 2011 11:51:17




xhtml CSS