ONU desmente ter disparado contra multidão em Abobo, na Côte d'IUvoire

Abidjan, Côte d'Ivoire – A Operação das Nações Unidas na Côte d’Ivoire (ONUCI) desmentiu, quinta-feira, informações difundidas quarta-feira última pela Rádio Televisão Ivoiriense (RTI) que denuncia tiroteio dos  capacetes azuis onusinos contra uma multidão, durante uma patrulha em Abobo, um concelho no norte de Abidjan.

Detalhando a sua versão dos fatos, a ONUCI indica que uma patrulha das suas forças militares foi atacada quarta-feira por volta das 10 horas locais por jovens furiosos no concelho de Abobo e sofreu tiros provenientes dos edifícios situados no eixo rodoviário entre o depósito 9 da SOTRA em Avocatier e a aldeia de Anonkoua Kouté para o bairro PK18.

A patrulha, após ter disparado ao ar para dissuadir, como recomenda o regulamento,  atravessou, com a ajuda de elementos do Exército ivoiriense e da guarda republicana, as barreiras erguidas para a travar, e retornou à sede da ONUCI, em Sebroko.

A ONUCI manifestou também a sua indignação diante das manobras da RTI destinadas a incentivar uma parte da população ao ódio para a impedir concentrar-se no seu trabalho ao serviço do povo ivoiriense.

Ao sublinhar que não está em guerra contra ninguém e que está decidida a levar a cabo a sua missão de paz até ao seu termo para ajudar a Côte d’Ivoire a encontrar uma solução pacífica para a crise pós-eleitoral que não beneficia ninguém, a ONUCI apelou a todas as partes para a serenidade e sabedoria com vista a uma saída de crise definitiva.

-0- PANA BAL/SSB/CJB/DD            30Dez2010

30 Dezembro 2010 22:57:40




xhtml CSS