Agência Panafricana de Notícias

Candidato às presidenciais denuncia nomeações abusivas na Mauritânia

Nouakchott, Mauritânia (PANA) – Sidi Mohamed ould Boubacar, candidato independente às eleições presidenciais de 22 de junho de 2019, na Mauritânia, e antigo primeiro-ministro, denunciou “várias dezenas de nomeações para altas funções do Estado, inoportunas  e injustificadas”, refere uma declaração publicada sábado.

"Estas medidas individuais tomadas, no termo de cada reunião do Governo há várias semanas, têm por objetivo influenciar a escolha dos eleitores a favor do candidato do regime e satisfazer as suas exigências eleitoralistas”, pode-se ler no documento.

O candidato do regime a estas eleições é Mohamed Cheikh ould Mohamed Ahmed di Ghazouani, antigo chefe do Estado-Maior e  ex-ministro da Defesa.

A declaração criticou igualmente «a composição parcial da Comissão Eleitoral Nacional Independente (CENI) e a utilização abusiva dos meios do Estado a favor do mesmo candidato”.

 -0- PANA SAS/BEH/FK/IZ  19maio2019