Itália despreza Parlamento líbio

Tripoli, Líbia (PANA) - O enviado especial do Governo italiano na Líbia, Giorgio Starace, desprezou a Câmara dos Representantes Líbios (Parlamento) afirmando que as suas decisões "não devem ser tidas em conta pois o Parlamento não funciona", indica um comunicado publicado quinta-feira em Roma, a capital italiana.

O diplomata italiano reagia pela primeira vez, oficialmente, a uma decisão do Parlamento líbio em Tobrouk (leste) de suspender o diálogo político e congelar o reconhecimento do governo de união nacional dependente do Conselho Presidencial,.

Starace frisou que "esta decisão foi tomada sem um quórum no seio do Parlamento que não funciona".

Porém, a Itália congratula-se com o controlo, pelo Governo de Reconciliação Nacional em Tripoli, do Crescente Petroleiro, reiterando o seu apoio às declarações do seu embaixador em Tripoli, Giuseppe Peroni, que também saudava esta evolução, aformou o enviado especial do Governo italiano na Líbia.

"O Conselho Presidencial Líbio, através da Companhia Nacional de Petróleo e dos guardas das plataformas petroleiras, recuperou estas infraestruturas das garras de milícias Haftar. A situação teria sido pior, mas graças à autoridade legítima do governo na capital líbia, a recuperação das plataformas petroleiras decorreu de maneira tranquila", regozijou-se.

-0- PANA BY/TBM/SOC/DD 09mar2017

10 Março 2017 10:44:12


xhtml CSS