Itália advoga reforço de apoio europeu a favor da Tunísia

Túnis, Tunísia (PANA) - A Itália vai apresentar na próxima reunião dos ministros europeus dos Negócios Estrangeiros, a 22 de janeiro, a sua visão sobre as perspetivas e os meios de reforçar o apoio político e económico europeu a favor da Tunísia, declarou terça-feira em Túnis, declarou o ministro italiano dos Negócios Estrangeiros, Angelino Alfano.

A Itália vai chamar os países europeus a apoiarem os esforços do Governo tunisino a fim de lhe permitirem continuar as reformas estruturais profundas adotadas em todos os domínios e  ultrapassar as dificuldades circunstanciais com que o país está confrontado, afirmou terça-feira durante uma audiência com o Presidente tunisino, Béji Caid Essebsi.

Salientou a cooperação estreita entre os dois países na luta contra a emigração clandestina e o terrorismo, saudando a convergência de vistas das duas partes sobre questões regionais, incluindo a situação na Líbia.

A Tunísia e a Itália desejam apoiar o enviado onusino na Líbia para se alcançar uma solução política e realizar a estabilidade tão almejada neste país e na região mediterrânea,disse o chefe da diplomacia italiana.

No final de uma anterior audiência que lhe concedeu o primeiro-ministro tunisino, Youssef Chahed, Alfano reafirmou o apoio da Itália ao processo político e económico na Tunísia, saudando os esforços desdobrados pelo Governo tunisino para melhorar leis e legislações para um clima favorável ao investimento na Tunísia.

Enfatizou que esta dinâmica vai igualmente no sentido criar ainda condições favoráveis aos investidores italianos, frisando que 852 empresas italianas evoluem na Tunísia em diferentes setores, das quais a indústria, o comércio e os serviços.

-0- PANA YY/IN/TBM/MAR/DD 17janeiro2018

17 Janeiro 2018 11:44:18


xhtml CSS