Israel desaconselha seus cidadãos a viajar para Tunísia

Túnis, Tunísia (PANA) – A entidade israelita encarregada da luta contra o terrorismo desaconselhou  os cidadaos israelitas a viajar para a Tunísia e  advertiu os atualmente presentes neste país da África do Norte para o deixar imediatamente.

Israel diz recear operações “terroristas” contra objetivos judeus durante a visita  à sinagoga de Ghirba, em Djerba, prevista para 9 a 15 de maio corrente, indica um comunicado dos Serviços do primeiro-ministro israelita.

« Organizações terroristas, nomeadamente as filiadas no djihadismo Internacional, continuam a planificar operações terroristas contra diferentes objetivos na Tunísia  com a aproximação da peregrinação judia em Djerba », acrescenta o comunicado.

Durante este evento, vários milhares de judeus deslocam-se à ilha tunisina para realizar os rituais ligados a esta peregrinação à sinagoga de Ghriba, considerada como a mais antiga em África.

Perez Trabelsi, presidente da Assoiação de Ghriba, afirmou que o comunicado do Governo israelita que desaconselha os israelitas a viajar para a Tunísia  visa «  sabotar a peregrinação de Ghriba ».

«  Não existem ameaças contra a segurança dos judeus em Djerba », defendeu Trabelsi.

-0- PANA AD/IN/IS/FK/IZ 03maio2017

03 Maio 2017 16:19:00


xhtml CSS