Instituto de estudos sobre deserto será instalado na Argélia

Paris- França (PANA) -- Um Instituto de estudos será instalado nos próximos meses em Ghardaia (Argélia), soube quata-feira a PANA junto da Fondation Deserts du monde (Fundação Desertos do mundo).
Entrevistado pela PANA, Djelloul Beghoura, coordenador da Fundação,salientou que este centro de estudos, que será financiado com fundos próprios, terá uma vocação polivalente.
" O centro de estudos sobre o deserto, cuja primeira pedra será lançada dentro de algumas semanas em Ghardaia, será ao mesmo tempo um sítio do saber, da memória das culturas e das identidades dos povos do deserto.
Implementerá igualmente programas de pesquisas sobre as culturas em zonas áridas e as tecnologias de luta contra a desertificação", indicou.
Beghoura anunciou ainda que a Fundação desertos do mundo vai instituir a partir de Setembro de 2003, um festival dos povos do deserto, que será alternativamente organizado, duas vezes por ano,em todas as regiões do mundo.
Este reagrupamento , segundo disse o coordenador, permitirá às populações que vivem nas regiões desérticas de África, da América ou da Ásia,partilharem as suas experiências e mostrarem a diversidade das suas culturas.
"A nossa Fundação, que não está ligada a nenhum governo, quer mobilizar os fundos necessários à organização de todas as suas actividades.
Quer sobretudo ajudar a opinião pública a ter do deserto uma outra percepção diferente da de um sítio onde o ambiente é muito hostil", prometeu o coordenador de Desertos do Mundo.
Beghoura, que frisou ser o deserto é o berço da humanidade, denunciou operações como o rali Paris-Dakar que, segundo ele, prejudica o ambiente em detrimento das populações locais.
Anunciou que reflexões serão feitas, nas próximas semanas, entre a Fondation Déserts du Monde e a Organização das Nações Unidas para Ciência, Educação e Cultura (UNESCO), sobre a froma mais adaptada ao turismo do deserto.
"Temos, no Déserts du Monde, a firme intenção de demostrar que, não obstante as reais dificuldades com que estão confrontados os povos do deserto, esta parte do planeta merece a maior atenção.
Conserva mesmo a melhor parte da nossa humanidade.
Devemos pois cuidar bem dela", sugeriu Djelloul Beghoura.

11 Dezembro 2002 15:51:00


xhtml CSS