Imprensa solicitada a melhorar cobertura sanitária no Congo

Brazzaville, Congo (PANA)   - A imprensa foi solicitada para melhorar a cobertura sanitária no Congo, num apelo lançado durante um seminário consagrado, segunda-feira, em Brazzaville, à estratégia de comunicação neste setor.

Segundo o inspetor-geral da Saúde, Richard Bileckot, a comunicação constitui uma contribuição inegável na sensibilização da população, com vista à sua acessibilidade aos serviços de saúde.

Bileckot afirmou que é inconcebível, hoje em dia, evoluir sem associar a imprensa e  que é por esta razão que o Ministério da Saúde «  quis a contribuição da imprensa para melhorar o nível de saúde dos Congoleses ».

O seminário de formação deve permitir identificar as necessidades, a fim de elaborar um documento de estratégia que servirá para a execução duma política nacional de cobertura sanitária.

Trata-se igualmente de ver como a estratégia de comunicação poderá melhorar a perceção dos grupos atores alvos para com as estruturas de saúde pública, indicou Bileckot.

Segundo ele, quase 85 porcento dos recursos disponíveis para melhorar o nível de saúde provêm do país.

O responsável sanitário congolês defendeu o envolvimento de todos os cidadãos que deve investir para permitir a  disponibilidade dos produtos farmacêuticos em todo o território nacional.

-0- PANA MB/JSG/FK/IZ  5dez2017

05 Dezembro 2017 13:42:53


xhtml CSS