Imprensa nigeriana proclama "fim-de-semana negro"

Lagos- Nigéria (PANA) -- Os  jornais nigerianos consideraram segunda-feira como um "fim-de-semana negro" as duas tragédias que abalaram a Nigéria com a morte da Primeira Dama e o acidente de avião que matou 117 pessoas.
Todos os jornais do país destacaram as duas tragédias nas suas primeiras páginas completando-as com fotografias do local do acidente aéreo e da Primeira Dama Stella Obasanjo.
"Um fim-de-semana negro na Nigéria", foi a manchete do jornal privado "Daily Champion", com a primeira página a mostrar um fundo negro, ao passo que o "The Guardian" saíu com uma manchete similar: "Fim-de-semana de Tragédias".
"Domingo Negro na Nigéria" (The Comet), "Nenhum sobrevivente" (Daily Sun), "117 morrem no acidente de Bellview: Stella Obasanjo morre aos 59 anos de idade" (Vanguard), "Obasanjo lamenta Stella" (Daily Independent) e "Como morreu Stella Obasanjo" (Thisday) foram algumas das manchetes da imprensa nigeriana.
O porta-voz da Presidência Oluremi Oyo anunciou que a Primeira Dama morreu na manhã de domingo na Espanha depois de uma intervenção cirúrgica, aos 59 anos de idade.
A notícia foi dada poucas horas depois de o Boeing 737-200 da companhia aérea regional nigeriana "Bellview" se ter despenhado logo após a sua descolagem do Aeroporto Internacional Murtala Mohammed de Lagos para a capital política do país, Abuja.
O acidente, ocorrido perto da aldeia de Lissa, sudoeste do Estado de Ogun, matou todos os 117 passageiros e membros da tripulação.
Devido a estas tragédias, o governo federal decretou três dias de luto nacional a partir de segunda-feira.

24 Outubro 2005 17:37:00


xhtml CSS