Imprensa maurícia comemora o 230º aniversário

Port-Louis- Maurícias (PANA) -- O Media Trust Board comemorou na tarde de sexta-feira, em Port-Louis, o 230o aniversário da imprensa maurícia, na presença de vários jornalistas estrangeiros que vieram cobrir o fórum da Lei americana sobre o crescimento e as oportunidades (AGOA), realizado esta semana na Ilhas Maurícias.
Falando aos jornalistas, o presidente da República, Karl Offmann, saudou todos quanto lutaram para manterem em vida, durante dois séculos, a imprensa maurícia.
"O Cernéen (diário nacional) foi criado em 1832 e foi um dos primeiros a serem publicados no mundo", indicou o chefe do Estado.
"Nosso orgulho traduz-se também nesta realidade de preservarmos conceitos como o direito à informação e a liberdade de expressão, apesar dos dias sombrios, sob o Estado de emergência, onde uma certa censura da imprensa era rigorosa", disse Affmann.
Segundo afirmou, "a sociedade moderna precisa de informação e a democracia depende da opinião pública".
O jornalista Sydney Selvon, redactor do Financial News recordou que a imprensa maurícia foi implantada para favorecer, em primeiro lugar, o comércio e a economia do país.
Indicou que o primeiro jornal das ilhas Maurícias foi publicado à 13 de Janeiro de 1773, sob o controlo do governo que o considerava "um instrumento para o desenvolvimento do país".
Ilhas Maurícias conta hoje com quatro diários e vários semanários, na sua maioria em língua francesa.

18 Janeiro 2003 11:34:00




xhtml CSS