IMOA/EPT subsidia qualidade da Educação no Togo

Lomé- Togo (PANA) -- O Togo acaba de beneficiar dum subsídio de 45 milhões de dólares americanos concedida pela Iniciativa para a Implementação Acelerada (IMOA) da Educação Para Todos (EPT) para o melhoramento do sector educativo.
Este financiamento, que cobre o período 2010-2013, visa "apoiar a inscrição das crianças na escola, ajudá-las a terminarem os seus estudos, melhoraando assim a qualidade do ensino".
Numa nota divulgada terça-feira, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) indica que este financiamento vai ajudar o Togo a construir 815 novas salas de aula e outras infraestruturas similares para crianças portadoras de deficiências.
Também vai servir para a aquisição de manuais escolares para disciplinas fundamentais (matemáticas e leitura), destinadss ás Escolas Públicas e Escolas de Iniciativas Locais (EDIL), lê-se no mesmo documento.
Está ainda previsto um "programa inovador" que deve permitir, além do subsídio para as escolas, a construção de três escolas normais regionais de docentes, de acordo com a fonte.
Segundo cifras fornecidas pelo UNICEF, a frequência das repetições de ano lectivo e abandonos de escolas estima-se em 23,2 porcento, ao passo que 48 porcento das crianças com idade escolar começam a escola tarde.
Por outro lado, as despesas não salariais alocadas à educação primária representam 6,5 porcento do total das despesas correntes do país, contra uma média africana que se situa entre 15 e 20 porcento.
Todos estes dados traduzem os desafios com que o Togo está confrontado e para os quais a IMOA/EPT dá sua assistência através desta subvenção.
A IMOA/EPT é uma parceria entre os países com fraco rendimento e os doadores de fundo que velam para que as crianças nestes países beneficiem de uma educação de qualidade.
Até agora, a IMOA/EPT integra 19 organismos doadores de fundos, organizadores multilaterais, tais como o Banco Mundial, o UNICEF e a Prganização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), bem como representantes das organizações da sociedade civil, bem como do sector privado.

18 مايو 2010 21:22:00




xhtml CSS