IGAD prepara reunião de emergênia sobre crise somalí

Nairobi - Quénia (PANA) -- Os responsáveis quenianos estão a preparar uma reunião de emergência da Autoridade Intergovernamental para o Desenvolvimento (IGAD) a fim de analisar a intensificação dos confrontos na Somália que ameaçam os países vizinhos, indicou quarta-feira uma fonte próxima do Ministério dos Negócios Estrangeiros em Nairobi.
"Estamos a discutir as modalidades da conferência e vamos informar depois à imprensa sobre esta questão", declarou quarta-feira à PANA um alto responsável do Ministério queniano dos Negócios Estrangeiros.
Informações concordantes anunciam uma intensificação dos confrontos e a progressão dos soldados leais ao Governo Federal de Transição (GFT) para a capital Mogadíscio controlada pela União dos Tribunais Islâmicos (UTI) desde Junho último.
Os soldados lealistas apoiados pelas tropas etíopes atacaram recentemente e tomaram o controlo de Jowhar, sede do Parlamento, que estava nas mãos dos islamitas.
As autoridades somalís proibiram qualquer confronto no país e encerraram as fronteiras e os portos marítimos.
As milícias leais à UTI teriam fugido terça-feira após vários dias de intensos confrontos contra os quatro mil soldados etíopes que se deslocaram ao interior do país para evitar a tomada de Baidoa, a sede provisória do GFT.
De acordo com as últimas informações, os soldados etíopes apoiados pelas tropas fiéis ao GFT estão a 30 quilómetros da capital Mogadíscio.

28 Dezembro 2006 13:10:00




xhtml CSS