Zimbabwe tenta salvar cidade ameaçada por ácido tóxico

Harare- Zimbabwe (PANA) -- O governo zimbabweano enviou segunda- feira especialistas hídricos e sanitários a Gwanda, uma pequena cidade do sul do país onde um comboio carregado de ácidos tóxicos descarrilou sexta-feira e derramou mais de 40 mil litros destes produtos numa barragem de abastecimento de água.
Os residentes de Gwanda, situada perto da fronteria com a África do Sul, estão bloqueados desde quarta-feira passada quando o ácido sulfúrico foi derramado na barragem de Mtshabezi que abastece água potável à cidade.
"Enviámos uma equipa de especialistas para avaliar os estragos.
Esperamos que consigamos reduzir a corrente da água do riacho para a barragem de Msthabezi", disse Albert Muyambo, director da empresa zimbabweana de distribuição de agua.
Albert Muyambo adiantou que "vamos também tratar a água da barragem se ela foi afectada pelo ácido".
Por seu lado, ambientalistas alertaram que as plantas e os animais da área estão em risco.

01 Fevereiro 2005 09:56:00


xhtml CSS