Voos de Royal Air Maroc transferidos para Terminal I do Aeroporto Mohamed V de Casablanca

Nouakchott, Mauritânia (PANA) - A companhia aérea nacional de Marrocos,  Royal Air Maroc (RAM), transferirá as operações de todos os seus voos para o Terminal I do Aeroporto  Mohamed V de Casablanca, segunda cidade do país, soube-se esta quinta-feira de fonte oficial no local.

A informação consta de  com um documento entregue à PANA pela representação da RAM em Nouakchott, quarta-feira última, à margem do dia dedicado ao reforço da parceria entre a transportadora aérea e seus parceiros mauritanos.

Este dia de trocas entre a RAM e agências de viagens por um lado, e, por outro, atores dos serviços aeroportuários e clientes, foi institucionalizado desde 2013 e é marcado pela organização duma sumptuosa sessão de quebra do jejum muçulmano, ao início da noite.

Paralelamente à transferência das suas atividades para o Terminal I do Aeroporto Mohamed V de Casablanca, a empresa marroquina anunciou também "uma melhoria do trânsito" em Casablanca, nomeadamente em termos de alojamento, restauração, transportes, remodelação do Salão T3, para uma melhor recepção de passageiros em trânsito.

Também se congratulou da digitalização dos serviços de apoio aos clientes, precisamente informações, reclamações, refundição do site comercial.

No Aeroporto Mohamed V de Casablanca, os voos da RAM efetuam-se atualmente nos Terminais 2 e 3.

A partir de Nouakchott, a RAM garante seis voos por semana, tendo transportando, a partir da mesma cidade, 81 mil passageiros durante o ano 2017, lê-se no documento.

A transportadora aérea marroquina figura entre cinco maiores companhias aéreas de África, designadamente a Ethiopian Airlines (Etiópia) em primeiro lugar, a South Africain Airways (África do Sul), a Air Mauritius (Ilhas Maurícias), a Air Seychelles (Seicheles) e a Kenya Airways (Quénia).

-0- PANA SAS/IS/DIM/DD 31maio2018



31 Maio 2018 13:32:15




xhtml CSS