Vítimas do naufrágio na Tunísia aumentam para 70 mortos

Tunis, Tunísia (PANA) - Setenta pessoas morreram no naufrágio de um barco de pesca, sábado passado, ao largo da  ilha de Kerkanneh, a oeste da Tunísia, segundo o último  balanço divulgado esta quinta-feira pelo Ministério do Interior, após repescagem de oito novos corpos.

A anterior avaliação apontava para 62 mortos, lembre-se .

Com cerca de 200 migrantes ilegais a bordo, o barco de pesca virou na noite de sábado a domingo, a cinco quilómetros da costa da ilha de Kerkanneh, deixando dezenas de mortos, na sua maioria Tunisinos.

O primeiro-ministro tunisino, Youssef Chahed, que visitou o local terça-feira, lamentou o défice de segurança na ilha, antes de demitir, quarta-feira, o seu ministro do Interior, Lotfi Brahem, que foi substituído interinamente pelo ministro da Justiça.

A trágedia levou os responsáveis do Festival da Cidade de Sfax, 300 quilómetros a sul de Túnis, em coordenação com as autoridades regionais, a suspender todas as atividades e eventos culturais, a partir de quarta-feira, por um período de três dias, anunciaram fontes próximas dos organizadores.

-0- PANA YY/IN/DIM/IZ 07junho2018

07 Junho 2018 10:16:17


xhtml CSS