Vice-presidente do Parlamento líbio pede demissão

Tripoli, Líbia (PANA) – O primeiro vice-presidente da Câmara dos Representantes (Parlamento) da Líbia, M’Hamed Shouaib, anunciou, sábado, a sua demissão do Parlamento numa carta oficial.

Na sua carta enviada à presidência e aos membros do Parlamento de Tobruk (leste),  Shouaib indicou, sem precisar, que "circunstâncias particulares" motivaram a sua demissão, devido a difculdades encontradas no exercício das suas funções.

Ele lembrou, no texto da sua carta publicada pela imprensa líbia, que já exprimiu o seu desejo de demitir-se,  em mais de uma ocasião, mas que recuou depois da a ideia ser rejeitada.

Pedindo desculpas por qualquer falha no exercício das suas funções, desejou pleno sucesso
para o resto  dos deputados, sem dar mais precisões sobre os verdadeiros motivos desta demissão.

Presidente do Comité de Diálogo Parlamentar, Shouaib representou a Câmara dos Representantes na assinatura final do Acordo Político de Skhirat de 17 de dezembro de 2015.

O 17 de dezembro corrente marca o fim do mandato das instituções saídas do Acordo Político Líbio, nomeadamente, o  Governo de União Nacional, o Alto Conselho do Estado e o Parlamento cuja legislatura foi prorrogada em virtude deste acordo.

Mas o Conselho de Segurança das Nações Unidas anunciou, num comunicado quinta-feira, que o acordo político continua a ser o único quadro para resolver a crise na Líbia, garantindo que as instituições saídas dele continuarão o seu trabalho até que uma solução definitiva seja encontrada.

-0- PANA BY/BEH/FK/IZ  17dez2017

17 Dezembro 2017 11:46:05


xhtml CSS