Vice-Presidente da Gâmbia elogia papel da mulher africana

Banjul- Gâmbia (PANA) -- A Vice-Presidente da Gâmbia, Isatou Njie- Saidy, afirmou domingo, na abertura duma reunião sobre o género organizada pela União Africana (UA), que a determinação da mulher africana a forjar o seu próprio destino se tornou evidente, tendo em conta a qualidade das contribuições que presta ao desenvolvimento do continente africano.
"A mulher africana é conhecida por ser brilhante, criativa.
Ela trabalha duramente é empenhada e tudo isto contribui para a sua determinação a forjar o seu próprio destino", declarou Njie-Saidy na cerimónia de abertura da reunião sobre género e assuntos femininos, organizada pela UA na capital gambiana.
Indicou igualmente que as mulheres africanas mostraram a sua determinação a desenvolver oportunidades que lhe permitem ocupar postos de responsabilidades em África.
Segundo Njie-Saidy, o fundo destinado às mulheres que foi proposto pela UA vai igualmente fornecer os recursos de que as mulheres necessitam para concretizar os seus sonhos e as suas ambições.
Acrescentou que a UA vai manter os seus esforços para se assegurar que os protocolos correspondentes sejam bem definidos na política do género da UA e no seu plano de execução de 10 anos.
Afirmou que a Constituição da Gâmbia, que data de 1997, garante as liberdades fundamentais e os direitos humanos dos povos a qualquer momento sem discriminação baseada na etnia, no género, na língua e na religião.
A Vice-Presidente gambiana lembrou que a Gâmbia promulgou a lei contra o terrorismo em 2002 e a contra o tráfico das pessoas em 2007 que consideram a violação como acto de terrorismo.

22 Novembro 2009 17:51:00




xhtml CSS