Vasta campanha de reflorestamento lançada nas ilhas Comores

Moroni, Comores (PANA) – Cerca de 10 mil árvores florestais e frutíferas foram plantadas durante o último fim de semana em Ntsinimoipanga, na ilha da Grande-Comore, marcando assim o início duma operação prevista para todo o ano de plantação de 200 mil árvores em todo arquipélago das Comores, soube-se de fonte oficial.

"As terras e os recursos hídricos estão fortemente ameaçados nas Comores na sequência da degradação da vegetação devido à mudança climática, ao crescimento demográfico, à pobreza e à ação negativa do homem no ambiente", defendeu o representante adjunto do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) nas Comores, Joseph Pihi, quando presidia à cerimónia de lançamento desta campanha.

Pihi, cuja instituição é um importante parceiro financeiro desta operação, disse nomeadamente que o seu desejo é ver o lema "Um comoriano, uma árvore" tornar-se num objetivo.

Por sua vez, o coordenador Nacional deste programa, Adame Hamadi, sublinhou que o objetivo deste empreendimento é aumentar, anualmente, o numero de plantas novas "para compensar a taxa de desflorestamento estimado em 500 hectares por ano".

-0- PANA MH/TBM/CJB/DD  07fev2011

07 Fevereiro 2011 20:38:40


xhtml CSS