União Europeia prepara envio de força ao Tchad

Bruxelas- Bélgica (PANA) -- O Conselho dos ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia (UE), previsto para 23 de Julho em Bruxelas, capital da Bélgica, vai analisar o envio de uma força europeia ao Tchad para garantir a segurança dos acampamentos de refugiados sudaneses que fugiram de conflitos em Darfur (oeste do Sudão) e de deslocados tchadianos, indicou um porta-voz europeu.
Segundo o porta-voz europeu, a força será interina enquanto se espera pelo desdobramento da força híbrida da União Africana (UA) e das Nações Unidas no Sudão.
França já prometeu fornecer mil soldados a esta força, para a qual vários países europeus estão prontos a contribuir.
O porta-voz europeu precisou que o Presidente Idriss Deby do Tchad aprovou o envio da força europeia, mas esta deverá somente ter por objectivo garantir a segurança dos campos de refugiados sudaneses sem interferir nos dos deslocados tchadianos.
De acordo com relatórios de organizações humanitárias que operam no Tchad, cerca de 250 mil refugiados sudaneses e 150 mil deslocados tchadianos residem no país.
Refugiados sudaneses e deslocados tchadianos são vítimas de exacções das milícias Janjawids, activos na provícia ocidental sudanesa de Darfur e fazendo incursões no Tchad.

17 Julho 2007 11:37:00


xhtml CSS