União Africana envia observadores eleitorais à Nigéria

Addis Abeba, Etiópia (PANA) – A presidente da Comissão da União Africana (CUA), Nkosazana Dlamini Zuma, aprovou o desdobramento duma Missão de Observação Eleitoral da UA (MOEUA) para as eleições gerais na Nigéria a realizar-se a 14 de abril próximo.

Este envio de observadores da CUA é uma resposta a um convite da Comissão Eleitoral Nacional Independente (INEC) da Nigéria, para estas eleições gerais inicialmente previstas para 28 de março de 2015.

A Missão pan-africana é liderada pelo ex-Presidente da Libéria, Amos Sawyer, e assistida por Ibrahim Fall, ex-sub-secretário-geral das Nações Unidas para os Assuntos Políticos e ex-ministro dos Negócios Estrangeiros do Senegal, anunciou sábado a CUA.

O seu mandato deriva da Carta Africana sobre a Democracia, Eleições e a Governação, a Declaração da UA/OUA 2002 sobre os princípios que regem as eleições democráticas em África e as linhas mestras da UA para a observação das eleições e missões de supervisão de 2002.

A UA lançou a sua missão de observação das eleições na Nigéria a 2 de fevereiro último com o desdobramento de 14 observadores a longo prazo (OLT) provenientes de 14 países africanos, mas eles foram retirados a 23 do mesmo mês depois de adiadas eleições.

Depois de redesdobrada a 14 de março, a equipa ficará no país até 16 de abril próximo para acompanhar as eleições presidenciais e locais previstas para 28 de março e 11 de abril próximo respetivamente.

A esta equipa junta-se-ão  mais 70 observadores a curto prazo, de 21 a 22 de março corrente provenientes de diversos países africanos e do Parlamento Pan-africano para o sucesso da missão.

Segundo o anúncio da CUA, a missão vai divulgar um comunicado das suas observações e a avaliação preliminar das eleições a 29 de março de 2015, durante uma conferência de imprensa em Abuja, a capital nigeriana.

-0- PANA AR/MTA/IS/SOC/MAR/DD 23março2015

23 mars 2015 13:10:26




xhtml CSS