União Africana constrói hospital militar móvel em Gao no Mali

Bamako, Mali (PANA) - O Mali e a União Africana (UA) assinaram este fim de semana, em Bamako, um memorando pelo qual a UA vai construir na região de Gao (norte do Mali) um hospital móvel destinado essencialmente aos militares, no valor de 3,2 milhões de dólares americanos (cerca de um bilião e 700 milhões de francos CFA), soube a PANA de fonte oficial.

O documento foi assinado pelo ministro maliano dos Negócios Estrangeiros, Abdoulaye Diop, e pelo presidente da Comissão da UA, o Tchadiano Moussa Faki Mahamat, na presença do comissário da UA para a Paz e Segurança, Smail Chergui, e do ministro maliano da Defesa e Antigos Combatentes, Tienan Coulibaly.

Moussa Mahamat chegou ao Mali quinta-feira, no quadro duma digressão pelos países do Sahel.

Ele visitou primeiro Gao para ver o sítio de instalação do futuro hospital, antes de regressar a Bamako onde se reuniu com o Presidente maliano, Ibrahim Boubacar Keita, com quem abordou a questão da luta contra o terrorismo e o apoio da UA ao Mali.

O Mali é abalado pelo terrorismo desde março de 2012, quando rebeldes tuaregues e djihadistas ocuparam o norte do país até janeiro de 2013.

Estes últimos foram finalmente expulsos pelas forças francesas da operação Serval, hoje Barkane, numa ofensiva conjunta com forças malianas e africanas.

Mas as regiões norte do Mali e mesmo do centro são  frequentemente alvos de ataques terroristas dos djihadistas contra a missão da ONU no país (MINUSMA), o Exército maliano e as populações civis.

-0- PANA GT/IS/SOC/MAR/IZ 11junho2017

11 Junho 2017 20:32:28




xhtml CSS