União Africana concede $ 50 milhões ao Mali

Addis Abeba, Etiópia (PANA) - A XX Cimeira da União Africana (UA) encerrou segunda-feira à noite em Addis Abeba, na Etiópia, com o anúncio duma contribuição africana de cerca de 50 milhões de dólares americanos para a Missão Internacional de Assistência ao Mali (MISMA).

Os chefes de Estado e de Governo decidiram igualmente durante a cimeira, que teve como tema principal "Pan-africanismo e Renascimento Africano", um roteiro de paz para a celebração em maio próximo do 50º aniversário da organização pan-africana.

"Decidimos encontrarmo-nos aqui mesmo em Addis Abeba, na Etiópia, para celebrar este jubileu. Com efeito, instamos a Comissão da União a preparar, em concertação com os chefes de Estado, a nota concetual desta celebração", indicou, durante a cerimónia de encerramento da Cimeira, o primeiro-ministro etíope, Hailemariam Dessalegn, novo presidente em exercício da UA.

Segundo ele, cada país membro foi convidado a organizar manifestações nacionais do cinquentenário, envolvendo todas as camadas sociais.

Os chefes de Estado e de Governo adotaram igualmente os estatutos da  nova Universidade Pan-africana, designaram dois novos comissários e elegeram cinco novos membros do Conselho de Paz e Segurança da UA.

Comprometeram-se a mobilizar recursos domésticos africanos e apoios internacionais para implementar os projetos da Nova Parceria para o Desenvolvimento de África (NEPAD).

As situações de conflito no continente, desde Mali às tensões entre o Sudão e o Sudão do Sul, relegaram para segundo plano o tema principal da Cimeira marcada pela presença de cerca de 30 chefes de Estado africanos.

-0- PANA SEI/JSG/MAR/IZ 28jan2013

28 Janeiro 2013 23:38:49




xhtml CSS