Um milhão de doses de vacinas esperadas na RDC contra febre amarela

Kinshasa, RD Congo (PANA) – Mais de um milhão de doses de vacinas são esperadas no quadro da luta contra a atual epidemia de febre amarela nas províncias de Kinshasa (capital do país) e Kwango (centro), indica um comunicado da Missão da Organização das Nações Unidas para a Estabilização na RD Congo (MONUSCO), transmitido quinta-feira à PANA.

Citado na nota, o ministro congolês da Sáude Pública, Félix Kabange Numbi, confirmou, numa declaração divulgada a 20 de junho último a epidemia da febre amarela em três províncias, designadamente Kinshasa, Kongo Central e Kwango, e solicitou o apoio da Oorganização Mundial da Saúde (OMS) e de todos os parceiros para se obter rapidamente vacinas com vista a fazer face a esta emergência sanitária e limitar a sua expansão para províncias ainda ilesas.

Desde o início do ano de 2016 e até a 20 de junho de 2016, mil e 106 casos suspeitos cumulados de febre amarela foram registados, incluindo 75 mortos. Cinco novos casos foram confirmados entre a 16 e  a 20 de junho em Kinshasa e no Kongo Central, lê-se na nota..

Perto de dois milhões de pessoas foram vacinadas em 11 zonas de saúde das províncias de Kinshasa e do Kongo Central entre 26 de maio e 4 de junho de 2016 com o apoio da OMS e de outros parceiros.

Recfomenda-se à população para observar medidas de higienes, nomeadamente cobrir qualquer recipiente de água por forma a que os mosquitos não possam proliferar, identificar sítios nos aredores das habitações locais. como latas de conserva, pneus com água e sucatas de carros, alcântaras, bidões com água usada. onde mosquitos possam reproduzir-se.

Entre estas disposições figuram também a eliminação destes sítios

-0- PANA KON/IS/MAR/DD 23junho2016

23 Junho 2016 15:49:42


xhtml CSS