UNICEF anuncia libertação de milhares de crianças detidas por rebeldes na RCA

Nova Iorque, Estados Unidos (PANA) - Dirigentes de grupos armados na República Centroafricana (RCA) aceitaram libertar todas as crianças recrutadas por força e pôr termo imediatamente a esta prática desumana, anunciou terça feira o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Estima-se em seis mil a dez mil o número de crianças atualmente associadas às fações armadas na RCA e os dados incluem ainda as crianças que servem como combatentes e escravos sexuais bem como as que trabalham como cozinheiros, mensageiros e entre outros trabalhos, indica um comunicado do UNICEF transmitido à PANA em Nova Iorque.

Segundo o documento, as crianças foram recrutadas por diversas fações armadas que travaram uma guerra setária no país há mais de um ano.

O acordo para o resgate das mesmas foi facilitado pelo UNICEF e assinado durante um fórum de reconciliação nacional duma semana que decorre atualmente na capital centroafricana, Bangui.

O UNICEF declarou que a evolução é uma etapa importante na proteção das crianças no país, frisando que a RCA é um dos piores locais no mundo para uma criança.

Em 2014, a instituição onusina e seus parceiros garantiram a libertação das garras de grupos armados de mais de duas mil e 800 crianças no país, das quais 650 meninas.

-0- PANA AA/AR/MTA/IS/SOC/MAR/DD 06maio2015

06 Maio 2015 11:05:06




xhtml CSS