UNESCO lança concurso para memorial permanente em homenagem a escravos negros

Dakar, Senegal  (PANA) – Um concurso internacional visando a criação dum memorial permanente na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, nos Estados Unidos, em homenagem a vítimas do tráfico transatlântico de escravos negros foi lançado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e  Cultura  (UNESCO) em colaboração com o Comité do Memorial Permanente.

De acordo com um comunicado da UNESCO a que a PANA teve acesso, o concurso inscrito no quadro do Ano Internacional das Pessoas Descendentes Africanaos em 2011 diz respeito a  artistas, designers, escultores e outros profissionais das artes visuais.

Sob o lema "Reconhecer a tragédia e tomar consciência da herança para não esquecer", o apelo  permite adquirir uma experiência única visando inscrever esta tragédia na memória coletiva da Humanidade e evidenciar melhor as contribuições das vítimas de escravatura e o tráfico de escravos negros para a construção do mundo moderno, indica o comunicado.

«A obra premiada no termo desta competição será montada num espaço público prestigioso, na sede das Nações-Unidos, em Nova Iorque, nas margens de East River », segundo o comunicado.

A obra será publicada na primaveira de 2012 e será dotada dum prémio de 50 mil dólares americanos, lê-se no documento.

-0- PANA SIL/DIM/DD 05novembro2011

05 novembre 2011 14:34:04


xhtml CSS