UNESCO envia equipamentos de proteção à zona arqueológica de Cirene na Líbia

Tripoli, Líbia (PANA) – A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) enviou material e equipamento de proteção para a zona arqueológica de Cirene (leste) a bordo dum avião que aterrou  quarta-feira, no aeroporto internacional de Labreg, anunciou quinta-feira uma fonte do serviço arqueológico líbio.

O carregamento inclui sensores térmicos, um sistema de comunicações e câmaras diurnas e  noturnas, indicou o diretor do  Gabinete de Informação do Serviço Líbio das Antiguidades, Anis Belhassein.

Ele acrescentou que o Serviço de Arqueologia vai começar a experimentar o material durante o próximo período, sublinhando que, em caso de sucesso, esta experiência será aplicada a todas as zonas arqueológicas do país.

O Comité do Património Mundial da UNESCO classificou, em julho deste ano,  cinco zonas arqueológicas líbias na lista de Património Mundial em perigo devido  às ameaças que pairam sobre estas zonas, nomeadamente, a antiga cidade de Ghadamès, Cirene, Leptis Magna, a zona arqueológica de Sabratha e os sítios rupestres de Tadrat Acacus.

-0- PANA BY/BEH/FK/IZ 05agosto2016

05 Agosto 2016 14:02:26


xhtml CSS