UNESCO disponível para apoiar artistas africanos

Brazzaville, Congo (PANA) – A diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, Irina Bokova, exprimiu no fim de semana, em Brazzaville, a vontade da sua instituição de continuar a apoiar os artistas africanos.

« A UNESCO vai continuar a apoiar os artistas africanos », declarou Irina Bokova na abertura da nona edição do Festival Pan-africano de Música (FESPAM), na presença do chefe de Estado congolês, Denis Sassou Nguesso, que presidiu à cerimónia.

Segundo Bokova, para quem este festival é "o símbolo do poder da cultura de agrupar os povos", a UNESCO vai implementar as suas ações "através de convenções culturais e fundos diferentes (...) para ajudar os músicos africanos”.

Este ano, disse, « o FESPAM reveste um significado particular no Estádio histórico Félix Eboué que carrega nas suas paredes e pedras os valores do diálogo de culturas duma cidade, Brazzaville, aberta no mundo”.

« A música carrega a nossa identidade. Ela carrega a dignidade dos povos de África, o orgulho de ser Africano por onde começa todo diálogo, toda paz e todo esforço de desenvolvimento”, concluiu a DG da UNESCO.

Várias atividades estão previstas no quadro do FESPAM, incluindo espetáculos musicais que reúnem grandes  nomes da música africana através de pódios disseminados na cidade de Brazzaville.

Um simpósio grupa ndoespecialistas da cultura e das artes para uma análise científica, da edição do festival, terá lugar de 15 a 18 de julho.

Criado em 1996, o FESPAM é uma grande manifestação cultural e científica bienal que visa essencialmente a promoção da música de África e da sua diáspora na sua tripla dimensão tradicional, moderna e religiosa.

-0- PANA MB/TBM/MAR/IZ 14Julho2013

14 Julho 2013 19:57:26


xhtml CSS