UE vai rever proibição de importação de carne do Botswana

Gaberone- Botswana (PANA) -- A União Europeia (UE) indicou que poderá examinar em Fevereiro uma recente interdição imposta à importação de carne de vaca e seus derivados provenientes do Botswana, se as autoridades de Gaberone contiverem rapidamente um surto de febre aftosa.
Há duas semanas a UE proibiu a importação de carne de vaca e de outros produtos do Botswana na sequência de um surto de febre aftosa, alegando que iria examinar a decisão num espaço de três meses.
A UE foi o segundo grande importador de carne do Botswana a impôr uma moratória, depois da África do Sul, que ainda não reviu a sua posição.
Entretanto, o governo tswanês iniciou quinta-feira a compensação dos agricultures cujos animais foram mortos devido ao surto.
Segundo fontes oficiais, o governo disponibilizou 20 milhões de Pulas (cerca de 333 mil dólares) para esta operação, na qual cada agricultor vai receber 600 Pulas (60 dólares) por animal.
Mais de quatro mil cabeças de gado e centenas de cabras e porcos foram mortas nas últimas semanas devido ao surto de febre aftosa.

31 Janeiro 2003 12:18:00


xhtml CSS