UE encoraja cimeira da IGAD sobre Somália

Bruxelas- Bélgica (PANA) -- A União Europeia (UE) regozijou-se com a decisão da Autoridade Intergovernamental para o Desenvolvimento (IGAD) de organizar no Quénia uma reunião dos líderes da Somália para preparar a terceira e última fase do diálogo inter-somalí.
Numa declaração tornada pública em Bruxelas, a UE insta todos as partes somalís a participar "de modo constructivo" na reunião a fim de aproximar os seus pontos de vista "para chegar a um acordo sobre a constituição dum governo viável e a uma solução duradoura do conflito somalí".
Para a União Europeia, todo o resultado da conferência de reconciliação nacional não baseado numa aproximação inclusiva assente numa larga participação das partes poderia agravar a situação na Somália e alimentar novos conflitos neste país.
Reiterando o seu apoio total ao processo de reconciliação nacional na Somália, a UE felicita a IGAD e os Estados membros desta organização pelos esforços consentidos para dar um novo impulso às negociações de paz.
É de recordar que o chefe de Estado de Moçambique, Joaquim CHissano, deve assistir a esta conferência na sua qualidade de presidente em exercício da União Africana, bem como o seu homólogo do Uganda, Yoweri Museveni, presidente do IGAD, e Mwai Kibaki, Presidente do Quénia, que vai acolher a cimeira.
O ex-chefe de Estado do Mali, Alpha Omar Konaré, participará igualmente neste encontro na sua qualidade de presidente da Comissão da União Africana.

18 Dezembro 2003 21:41:00




xhtml CSS