UE e Suíça financiam reabilitação de património cultural destruído no norte do Mali

Bamako, Mali (PANA) - A Suíça e a União Europeia (UE) puseram à disposição da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) 858 milhões de dólares americanos para a primeira fase do projeto de reconstrução do património culturais destruído por extremistas muçulmanos durante a ocupação das regiões do norte maliano.

O acordo de financiamento foi assinado sexta-feira pela ministra maliana da Cultura, N’Diaye Ramatoulaye Diallo, e o representante da UNESCO no Mali, Lazare Eloundou,

Estes fundos vão apoiar o Mali no seu programa de reabilitação do património cultural e de salvaguarda de manuscritos antigos nas regiões do norte e do centro do país destruído em julho de 2012 por extremistas muçulmanos que ocupavam as regiões do norte de março de 2012 a janeiro de 2013.

Durante este conflito, os jihadistas (islamitas) destruíram monumentos históricos e religiosos e manuscritos, antes de serem derrotados graças a uma intervenção combinada de França, de países africanos e do Governo do Mali.

-0- PANA GT/JSG/MAR/DD 7junho2014

07 Junho 2014 15:14:50


xhtml CSS