UE disponibiliza 18 milhões de euros suplementares a Darfur

  Bruxelas- Bélgica (PANA) -- O Gabinete de Ajuda Humanitária da Comissão Europeia (ECHO) anunciou segunda-feira a consagração de uma soma adicional de 18 milhões de euros à ajuda humanitária às vítimas do conflito no Sudão ocidental.
Cerca de 10 milhões de euros serão destinados à satisfação das necessidades das populações deslocadas e a ajudar outros civis no interior da região de Darfur afectada pelo conflito.
Oito milhões de euros serão atribuídos às necessidades dos refugiados de Darfur que se refugiaram no vizinho Tchad vizinho.
A Comissão mobiliza estes fundos de socorro humanitário adicional em resposta às necessidades urgentes.
Mais de dois milhões de pessoas - um terço da população inteira da região - estão afectados pelo conflito armado em Darfur.
Cerca de 200 mil refugiados sudaneses estão actualmente no interior do território tchadiano, indica-se.
A maioria destas pessoas encontra-se em campos, ao passo que dezenas de milhares de outros continuam a viver na fronteira.
A UE considera Darfur como sendo a crise humanitária mais séria no mundo actualmente.
Poul Nielson, comissário europeu para o Desenvolvimento e  Ajuda Humanitária, declarou segunda-feira em Bruxelas que "é tempo para o governo do Sudão e as outras partes começarem a honrar os seus compromissos".
O montante total consagrado até agora pela Comissão Europeia às vítimas do conflito de Darfur ultrapassa 88 milhões de euros.

13 Julho 2004 10:31:00




xhtml CSS