UE desembolsa 75 milhões para facilitar empréstimos a jovens e mulheres em África

Bruxelas, Bélgica (PANA) – A União Europeia (UE) desembolsou 75 milhões de euros como novo instrumento financeiro para resolver as causas profundas das migrações clandestinas, relacionadas com jovens e mulheres migrantes de países da África Subsariana, anuncia um comunicado publicado esta quarta-feira pela Comissão Europeia.

À esta soma, vão acrescentar-se oito milhões de euros do Fundo Europeu de Desenvolvimento (FED) e sete milhões 500 mil euros do Fundo de Inclusão Financeira Massiva dos Países Baixos, lê-se na nota.

O novo instrumento financeiro de partilha de riscos, denominado NASIRA Risk-Sharing Facility, pretende reduzir riscos elevados ligados a empréstimos concedidos a empreendedores mal atendidos nos países da África Subsariana.

Relacionado com deslocados, repatriados e mulheres, o novo instrumento financeiro deve oferecer a bancos e a instituições de micro-finanças garantias para empréstimos concedidos a deslocados internos, a refugiados, a repatriados, a mulheres e jovens de 19 a 30 anos de idade, de acordo com a mesma fonte.

Graças a neste novo instrumento financeiro, empreendedores poderão criar empresas mais facilmente ou desenvolver pequenas empresas que eles já dirigem.

Segundo o comunicado, dois países africanos, designadamente o Uganda e o Egito,  já se candidataram para beneficiar dos fundos do novo instrumento financeiro da UE.

-0- P ANA AK/JSG/FK/DD 18julho2018

18 Julho 2018 13:55:44


xhtml CSS