UE aprova candidatura de Cabo Verde a membro do Conselho Executivo da OMT

Praia, Cabo Verde (PANA) - O Comité de Candidaturas Africanas Internacionais da Comissão da União Africana (UA) aprovou, segunda-feira, em Addis Abeba (Etiópia), a candidatura de Cabo Verde a um posto estatutário no Conselho Executivo da Organização Mundial do Turismo (OMT), para o período 2018-2021, apurou a PANA de fonte segura.

As quatro candidaturas africanas para o mesmo número de postos estatutárias dessa agência especializada da Organização das Nações Unidas (ONU) ocorreu no âmbito dos trabalhos da 41ª sessão do Conselho Executivo da UA, que endossou as mesmas para as eleições, a terem lugar na Assembleia Geral da OMT, em Chengdu, na República  Popular da China, no princípio de setembro próximo.

Em declarações à Rádio de Cabo Verde (RCV), a partir da capital etíope onde representa o Governo de Cabo Verde, na 29ª Cimeira da UA em Addis Abeba, que decorre de 03 a 04 de julho, o ministro dos Assuntos Parlamentares e Presidência do Conselho de Ministros e Ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, afirmou que escolha do país “é uma grande vitória essencialmente para a diplomacia cabo-verdiana e para o Ministério da Economia e Turismo”.

No entanto, Freire recordou que, apesar do apoio dado pela UA, o importante vão ser as eleições na China em setembro.

O Conselho Executivo, órgão diretor da OMT, tem como principal missão assegurar o acompanhamento e realização das ações empreendidas por esta organização, fixar as orientações gerais, seguir a execução do programa bianual de trabalho e controlar o quadro orçamental.

As decisões, recomendações e propostas do Conselho Executivo, composto por 30 membros eleito pela Assembleia geral, são submetidas para aprovação à Assembleia Geral que se reúnes pelo menos duas vezes por ano.

-0- PANA CS/DD 04julho 2017

04 Julho 2017 10:11:06


xhtml CSS