UE apoia agropecuária na Mauritânia

Nouakchott, Mauritânia (PANA) – A União Europeia (UE) vai disponibiizar ao Governo mauritano de 22 milhões de euros para apoiar a resiliência agrícola e pecuária, anunciou, terça-feira, a sua delegação em Nouakchott.

Este apoio, que se segue às últimas crises que deterioraram as condições de segurança alimentar na Mauritânia e no Sahel de modo geral, vai permitir realizar infraestruturas rurais básicas orientadas para os setores cujas atividades estão localizadas nas principais regiões agropecuárias do país».

O processo da UE inscreve-se no âmbito de um novo paradigma para a concessão da ajuda «em ruptura com a lógica de curta duração incentivada pelas respostas às crises recentes».

A nova perspetiva integra a busca de uma maior eficiência «para corrigir as causas subjacentes às crises e atenuar a vulnerabilidade das populações».

Os resultados esperados do apoio da UE são «o reforço das capacidades institucionais, organizacionais e técnicas dos atore públicos e do setor privado, uma melhor governação do acesso aos recursos naturais para as populações rurais e o reforço da coordenação dos sistemas de informação relativos à produção agropecuária, à segurança alimentar e nutricional».

-0- PANA SAS/SSB/IBA/CJB/TON  16jul2014

16 Julho 2014 07:39:16


xhtml CSS