UE apela para cessação imediata de violências na RCA

Bruxelas , Bélgica (PANA) – A União Europeia (UE) apelou à cessação “imediata” das violências na República Centroafricana  (RCA), indica um comunicado oficial transmitido esta quarta-feira à imprensa em Bruxelas.

Para a UE, "é evidente que estes distúrbios visam impedir a realização das  eleições previstas neste país para o final  deste ano. A UE rejeita qualquer tentativa de desencorajar os esforços em curso para a estabilidade na RCA".

Está  prevista a organização  dum referendo constitucional para a 4 de outubro próximo devendo, duas semanas mais tarde, ocorrer as eleições presidenciais e legislativas.

Em  previsão destes escrutínios, foram desdobrados 17 mil homens da Missão Multimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização na RCA (MINUSCA)  que inclui em parte a EUFOR/RCA , a Missão da União Europeia para a Estabilização da RCA.

A MINUSCA integra várias tropas africanas, nomeadamente angolanas e congolesas.

Os soldados europeus estão acantonados no aeroporto de Bangui, a capital do país, onde eles garantem ao mesmo tempo a segurança de várias dezenas de milhares de Centroafricanos que fogem das violências, enquanto tropas provenientes dos países africanos são repartidas em diferentes províncias do país.

-0- PANA AK/IS/FK/DD 30set2015

30 Setembro 2015 19:31:53




xhtml CSS