UE ajuda Camarões a relançar produção de café robusta

Doualá, Camarões (PANA) – A União Europeia (UE)  concedeu aos Camarões, a título do 11º Fundo Europeu de Desenvolvimento (FED), uma subvenção não reembolsável de 15 biliões de francos CFA (cerca de 31 milhões 223 mil dólares americanos) para o relançamento da sua produção de café robusta, soube a PANA quarta-feira de fonte oficial.

Segundo o ministro camaronês do Comércio, Luc Magloire Mbarga Atangana, esta soma faz parte do financiamento global de 19 biliões 600 milhões de francos CFA (cerca de 40 milhões 720 mil dólares americanos) concedido à Agência dos Cafés Robusta de África e Madagáscar (ACRAM) pela UE.

Este acordo de financiamento  surge num contexto marcado por uma diminuição drástica da produção de café dos Camarões,  que  passou de 38 mil 127 toneladas para 16 mil 142 toneladas durante a última campanha, ou seja, uma redução de 56,7 porcento.

Segundo os operadores camaroneses do setor do café, esta diminuição deveu-se, entre outros,  às mudanças climáticas e ao desinteresse dos produtores desencorajados por preços  cada vez menos remuneradores.

Os Camarões foram escolhidos para organizar em maio próximo uma Jornada Internacional de Degustação do Café.

Esta manifestação decorrerá à margem da assembleia geral da ACRAM prevista para Yaoundé, a capital dos Camarões.

-0- PANA NNM/AAS/IBA/FK/IZ  30jan2014

30 Janeiro 2014 13:36:28


xhtml CSS