UA triste por despenhamento de voo de Air Algérie no norte maliano

Addis Abeba, Etiópia (PANA) - A presidente da Comissão da União Africana (CUA), Nkosazana Dlamini Zuma, expressou a sua tristeza quando soube do despenhamento do avião da companhia argelina, Air Algérie, quinta-feira na fronteira entre o Burkina Faso e o Mali, indica  um comunicado divulgado nesta  sexta-feira pelo seu gabinete.

A aeronave, que descolou de Ouagadougou (Burkina Faso) para Argel com 116 passageiros a bordo incluindo a tripulação, desapareceu quinta-feira de manga cedinho, e, algumas horas depois, o seu carcaça foi encontrada a algumas dezenas de quilômetros da fronteira entre os dois países.

Fora do furacão que obrigou a tripulação a mudar de direção pouco antes do acidente, as primeiras hipóteses não descartaram a possibilidade de um ataque terrorista numa região perto dos  esconderijos dos jihadistas (islamitas) que operam no norte do  Mali vizinho, num momento em que as negociações de paz se realizam na capital da Argélia, Argel, entre os rebeldes e o Governo do Mali.

A CUA afirma que a sua presidente, que expressou de sua profunda compaixão aos pais e às famílias aliadas e amigos das vítimas do acidente ", apelou às autoridades competentes para trabalharem cada vez mais na melhoria da segurança no transporte aéreo.

-0- PANA SSB/DIM/DD 26julho2014

26 Julho 2014 23:48:57




xhtml CSS