UA saúda assinatura de roteiro da paz por Governo sudanês

Cartum, Sudão (PANA)   - A União Africana (UA) felicitou Cartum por assinar um roteiro preparado por Thabo Mbeki,  o chefe do Painel de Alto Nível  para o Sudão e Sudão Sul da União Africana (AUHIP),  destinado a ajudar as partes beligerantes no Sudão a pôr termo às suas divergências.

A UA apelou aos rebeldes e aos líderes da oposição, que ainda não assinaram o documento para « rubricar com urgência o acordo », segundo um comunicado da organização pan-africana  transmitido quinta-feira à PANA, em Cartum.

O comunicado  indica que a presidente da Comissão da UA, Nkosazana Dlamini-Zuma, saudou a assinatura pelo Governo do Sudão do Acordo sobre o Roteiro,  elaborado durante consultas estratégicas, realizadas de 18 a 21 de março de 2016  em Addis Abeba (Etiópia), sob a égide do AUHIP.

Ele  nota que as consultas estratégicas reuniram o Governo do Sudão, o Movimento para a Justiça e Igualdade (JEM), o Movimento de Libertação do Sudão e o Exército-Minni Minawi (SLM/A-MM), o Movimento de Libertação do Povo Sudanês-Norte (SPLM),  e o Partido Nacional Umma (NUP).

Segundo o comunicado, Dlamini-Zuma afirma que o acordo sobre o roteiro representa  uma etapa importante na determinação duma via praticável com vista a chegar a progressos nas negociações sobre a cessação das hostilidades e um cessar-fogo permanente nas duas zonas  e em Darfur, e para permitir um diálogo nacional inclusivo no Sudão que representa a base duma paz duradoura no país.

« A presidente da Comissão felicita o Governo do Sudão pela assinatura do Acordo sobre o Roteiro, no quadro dos  esforços visando enfrentar os numerosos desafios com que o Sudão está confrontado », sublinha a nota.

Zuma constata que as outras partes das consultas estratégicas não assinaram o acordo sobre o roteiro, acrescenta o comunicado.

O comunicado indica que Dlamini-Zuma apelou a estas partes para assinar com urgência o acordo, o mais tardar ate 28 de março corrente, a fim de dar um impulso a um processo que deve conduzir a resolução de vários conflitos no Sudão.

A UA sublinha que ela « continua determinada a apoiar as partes sudanesas e que está orientada pela plena compreensão de que as partes sudanesas têm a capacidade e a vontade política  de enfrentar todos os desafios que o seu povo continua a fazer face ».

-0- PANA MO/MA/AKA/JSG/FK/IZ 25mar2016

25 Março 2016 19:26:59




xhtml CSS