UA nomeia Thabo Mbeki medianeiro em Darfur

Cidade do Cabo- África do Sul (PANA) -- A União Africana (UA) nomeou o antigo chefe de Estado sul-africano, Thabo Mbeki, presidente da comissão de inquérito sobre as violações dos direitos humanos na província ocidental sudanesa Darfur e fazer a mediação entre o Tribunal Penal Internacional (TPI) e o Sudão.
Esta nomeação segue-se à decisão, quarta-feira passada, do TPI de emitir um mandado de captura contra o Presidente sudanês, Omar Al Bachir, por crimes de guerra e crimes contra a humanidade cometidos em Darfur.
A ministra dos Negócios Estrangeiros da África do Sul, Nkosazama Dlamini-Zuma, disse que a decisão do TPI de emitir um mandado de captura contra o Presidente Beshir é lamentável.
«A África do Sul nunca aprovou actos de impunidade.
No entanto, apoiamos a decisão da União Africana de adiar o mandado de captura para dar uma oportunidade ao processo de paz no Sudão», disse a chefe da diplomacia sul-africana.
Segundo a ONU, a guerra civil que assola Darfur desde Fevereiro de 2003 causou mais de 300 mil mortos e cerca de dois milhões de deslocados.

10 Março 2009 11:56:00




xhtml CSS