UA lança campanha de alto nível a favor de género no Quénia

Addis Abeba- Etiópia (PANA) -- A União Africana (UA) vai lançar uma campanha de alto nível para elogiar a contribuição das mulheres na luta contra a pobreza e a promoção da responsabilização económica das mulheres.
A campanha, intitulada "A Década da Mulher Africana", será lançada a 15 de outubro de 2010, em Nairobi, no Quénia, para acelerar os esforços do continente na responsabilização das mulheres africanas, declarou quinta-feira a UA num comunicado.
"O objetivo da década para as mulheres africanas é encorajar os engajamentos para acelerar a aplicação dos compromissos mundiais e regionais sobre a igualdade dos géneros e a responsabilização das mulheres", precisa o comunicado.
Os principais setores de intervenção privilegiados da campanhão vão abranger 10 domínios prioritários, incluindo a luta contra a pobreza e a promoção da responsabilização económica das mulheres e o empreendedorismo.
Ela vai igualmente promover o papel das mulheres na agricultura e na segurança alimentar.
Os outros setores de intervenção designados serão a saúde, a mortalidade materna e o VIH/SIDA.
A campanha vai igualmente consagrar um tempo para examinar o papel das mulheres na educação, na ciência e na tecnologia, no ambiente e nas mudanças climáticas.
Peritos indicaram que a década das mulheres vem num momento em que todos os indicadores mostram que as mulheres africanas sofreram devido à falta de proteção em período de tensão, como foi o caso nos diferentes conflitos em África, incluindo os de Darfur, da República Democrática do Congo e da Somália.
A campanha vai igualmente examinar a contribuição das mulheres para a paz, a segurança e a luta contra a violência contra as mulheres, bem como analisar os problemas de governação e de proteção jurídica das mulheres africanas.
"Isto ocupa um lugar de escolha no calendário de 2010 da União Africana, já que são os chefes de Estado e de Governo que decretaram 2010-2020 década das mulheres africanas na sua sessão de fevereiro de 2009 organizada em Addis Abeba, na Etiópia", indicou o comunicado da UA.
O lançamento da década foi planificado para coincidir com o Dia Internacional da Mulher Rural, a 15 de outubro.
Ele está igualmente em conformidade com o tema da década que é "Abordagem Local da Igualdade dos Géneros e Responsabilização das Mulheres".
Ele será antecedido por importantes fóruns, incluindo uma reunião de peritos que terá lugar de 10 a 11 e outubro e uma reunião ministerial a 14 de outubro.
O lançamento será feito na presença dos chefes e de Governo da UA, das Primeiras Damas, dos Vice-Presidentes, dos ministros encarregues das Mulheres, Género, Desenvolvimento Social, de defensores de igualdade dos géneros e da responsabilização das mulheres, de militantes feministas, de parceiros de desenvolvimento, de organizações da sociedade civil, de intelectuais, do setor privado e de mulheres na base.

08 Outubro 2010 12:35:00




xhtml CSS