UA junta-se a parceiros bilaterais e multilaterais para Sahel, diz responsável

Nouakchott, Mauritânia (PANA) – A União Africana elaborou uma estratégia para o Sahel em 2014, complementar a outras estratégias concebidas por parceiros bilaterais e multilaterais, declarou terça-feira em Nouakchott o presidente da Comissão da União Africana (CUA),  Moussa Faki Mahamat.

Mahamat fez esta declaração no termo de uma audiência que lhe concedeu o Presidente da Mauritânia, Mohamed Ould Abdel Aziz, no quadro de uma reunião consultiva estratégica sobre o G5 Sahel, a iniciar-se esta quarta-feira na cidade capital mauritana, segundo a Agência mauritana de Notícias (AMI).

O encontro de dois dias deve produzir "um roteiro consequente e realista, tendo em conta a experiência de uns e de outros" para se ir para o objetivo comum, acrescentou o presidente da CUA que se encontra em Nouakchott desde terça-feira última.

Após seu encontro com o líder mauritano, Mahamat frisou que os assuntos abordados são  " úteis" e que vão permitir à organização pan-africana consolidar os seus compromissos junto do G5 Sahel".

Nouakchott prepara-se para acolher a próxima cimeira dos chefes de Estado e de Governo da UA em julho de 2018.

Criado em fevereiro de 2014, o G5 Sahel, sediado em Nouakchott, compreende o Burkina Faso, o Mali, a Mauritânia, o Níger e o Tchad.

Trata-se de um quadro institucional de coordenação e acompanhamento da cooperação regional em matéria de políticas de desenvolvimento e de segurança na África Central.

-0- PANA SAS/BEH/DIM/DD 28março2018



28 مارس 2018 09:59:13




xhtml CSS