UA instada a abrir negociações oficiais sobre zona de livre comércio em África

Addis Abeba, Etiópia (PANA) - O setor privado em África exortou a União Africana (UA) a lançar oficialmente negociações para a criação da Zona Continental de Comércio Livre (ZCL), que deve baixar os obstáculos ao comércio, noticiou sexta-feira a PANA.

Depois de acolher altos responsáveis de diversos organismos comerciais em África, a Câmara de Comércio Pan-africano defendeu  a necessidade da rápida abertura de uma plataforma oficial de consultas.

A Câmara de Comércio e a Comissão da União Africana reuniram os atores do setor privado africano nas Seicheles para discutir sobre o roteiro para a ZCL continental destinada a ajudar a acelerar o comércio transfronteiriço no seio dos países africanos.

Durante o engajamento da Comissão da UA com o setor privado no processo de negociação da ZCL, o setor privado propôs a formação dum Conselho de Assuntos Africanos para desempenhar um papel importante na conceção das políticas comerciais que exigem a atenção dos países que se vão juntar à Zona de Comércio Livre.

Estas compreendem a regulamentação dos vistos e as questões de migração que entravam o comércio em África.

Treasure Thembisile Maphanga, diretor do departamento do Comércio e Indústria da Comissão da UA, declarou que, para que África duplique os seus volumes de trocas intracontinentais, o lançamento do diálogo para a criação da ZCL em 2017 é uma "necessidade absoluta".

-0- PANA AO/AR/MTA/TBM/SOC/MAR/IZ 14nov2015

14 Novembro 2015 14:06:09




xhtml CSS