UA honra mulheres africanas por contribuição para renascimento do continente

Addis Abeba, Etiópia (PANA) - As mulheres africanas que contribuíram para o resnascimento de África serão homenageadas esta sexta-feira durante uma cerimónia organizada no quadro das atividades do 50º aniversário da criação da Organização de Unidade Africana (OUA) hoje União Africana (UA), foi anunciado quinta-feira em Addis Abeba, capital etíope.

Segundo a presidente da Equipa de Ligação das Nações Unidas junto da UA em Addis Abeba, Jeanine Cooper, as mulheres africanas no seio de Governos, empresas privadas, sociedade civil e instituições intergovernamentais "constituem a nova parceria para a ação".

"As mulheres africanas encontram soluções para proteger o seu lar, a sua comunidade, o seu país e a sua região. As mulheres africanas privilegiam a segurança, a proteção dos ativos, a geração dos rendimentos e a melhoria da qualidade de vida", disse.

Esta cerimónia visa honrar as mulheres dirigentes excecionais que tiveram um impacto no seu país e na sua comunidade e que continuam a ser um modelo para as jovens mulheres que aspiram a tornar-se dirigentes.

Está igualmente prevista uma projeção do documentário "As Mulheres que Sobem, a Liderança Política em África", pela rede FEMNET e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

A cerimónia terá lugar sob o patrocínio da Comunidade Económica das Nações Unidas para África (CEA), do PNUD, da Organização das Nações Unidas (ONU) e do Gabinete das Nações Unidas para os Assuntos Humanitários (OCHA).

-0- PANA AR/SEG/NFB/JSG/MAR/IZ 23maio2013

23 Maio 2013 13:46:03




xhtml CSS