UA e UE melhoram observação de eleições em África

Dar-es-Salaam, Tanzânia (PANA) - A Comissão da União Africana (CUA) e a União Europeia (UE) assinaram um acordo de seis milhões de euros para apoiar o reforço da capacidade de observação das eleições para a primeira, anunciou quinta-feira uma fonte oficial em Addis Abeba, na Etiópia.

O acordo rubricado a 23 de junho de 2015 na sede da UA em Addis Abeba visa apoiar as missões de observação eleitoral da União Africana (UA) para responder às normas internacionais e contribuir assim para eleições inclusivas, transparentes e credíveis em África.

O objetivo principal do Programa Pan-africano é apoiar a UA no desenvolvimento das suas capacidades humanas para levar a cabo a observação das eleições a longo prazo, ao mesmo tempo a nível da missão institucional e da observação.

Além disso, o empreendimento apoia a UA para melhorar a sua base metodológica e técnica com vista a levar a cabo missões credíveis e eficazes a longo prazo da obervação das eleições.

Segundo a CUA, pretende-se também ajudar no desdobramento de longa duração das missões de observação eleitoral da UA, o desenvolvimento metodológico e a formação, nomeadamente com a continuação do apoio constante dado pela UE através da observação das eleições e do programa de apoio democrático.

A primeira subvenção assinada no quadro do programa pan-africano está em curso desde o início de 2015 em direita linha com a estratégia do roteiro de paz conjunto África-UE adotada durante a Cimeira UE-África de abril de 2014 e como igualmente reafirmado no colégio UE-UA na reunião de abril de 2015.

A UA e a UE comprometeram-se a promover a governação democrática através duma cooperação reforçada nos dois continentes.

A UE apoia a supervisão das eleições pela UA e encoraja a coordenação entre as missões de observação das duas partes no terreno.

-0- PANA AR/MTA/IS/SOC/MAR/DD 03julho2015

03 Julho 2015 18:59:37




xhtml CSS