UA e UE exortam Líbios a alcançar solução pacífica

Tripoli, Líbia (PANA) - A Comissão da União Europeia e a da União Africana instaram os protagonistas do conflito na Líbia a buscarem uma solução pacífica para a crise que abala o seu país há meses agravando o caos.

"Exigimos com a Comissão da União Africana da partes em conflito no processo de reconciliação na Líbia a buscarem um entendimento", declarou o presidente da Comissão da União Europeia, Jean-Claude Juncker afirmou quarta-feira, no termo duma reunião com a sua homóloga africana, Nkosazana Dlamini Zuma.

Aconselhou aos Líbios a procurar uma solução política suscetível de reconstruir o país, trazer a estabilidade, bem como bloquear a emigração clandestina para a Europa.

"Necessitamos de interlocutores confiáveis e estáveis na Líbia", acrescentou.

Por sua vez, Nkosazana Dlamini Zuma confirmou que "é muito importante que as forças líbias, não extremistas, consigam compreender que, quando há um vazio, outros vão preenchê-lo".

Sublinhou igualmente estarem a disponíveis para cooperar com estas partes líbias acrescentando no entanto ser "impossível, para nós, lhes impormos uma solução do exterior".

Quanto à colaboração entre as Comissões da União Europeia e da União Africana, a diplomata sul-africana ao serviço pan-africano preconizou três eixos, designadamente a emigração clandestina, a luta contra traficantes, bem como o acesso a oportunidades para  jovens africanos a fim de que estes já não se aventurem "desesperadamente".

-0- PANA BY/IS/MA/DD 24abril2015

24 Abril 2015 09:51:58




xhtml CSS