Tunísia interpela ONU sobre necessidade de diálogo rápido entre protagonistas líbnios

Addis-Abeba, Etiópia (PANA) - O ministro tunisino dos Negócios Estrangeiros, Khemaies Jhinaoui, interpelou, domingo à noite, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres,  e o seu novo enviado especial na Líbia, Ghassan Salame, sobre a necessidade dum diálogo político líbio em conformidade com os mecanismos previstos pelo Acordo político assinado em dezembro de 2015 em Skhirat (Marrocos).

O chefe da diplomacia tunisina, que falava durante a reunião do Comité de Alto Nível da União Africana sobre a Líbia, revelou que este diálogo deve inscrever-se no quadro da visão global destinada a criar um amplo consenso para todas as emendas que forem introduzidos no acordo pelos Líbios.

Porém, o Salame disse ter "total confiança nas capacidades das instituições da União Africana para contribuirem para o processo de paz líbio, consolidando assim os esforços internacionais em geral e onusinos em particular a favor do interesse do povo líbio".

-0- PANA AD/IN/JSG/MAR/DD 03julho2017

03 Julho 2017 14:14:28




xhtml CSS