Tunísia adere ao COMESA

Túnis, Tunísia (PANA) - A Tunísia assina, esta quarta-feira, o documento oficial da sua entrada no Mercado Comum da África Oriental e Austral (COMESA), durante a 20ª cimeira ordinária dos chefes de Estado e de Governo dos 20 países-membros da organização, em Lusaka (Zâmbia), anuncia um comunicado do Ministério tunisino dos Negócios Estrangeiros.

Na cimeira de Lusaka, a Tunísia estará representada por uma delegação liderada pelo ministro tunisino do Comércio, Omar Béhi, precisa o comunicado.

Esta adesão da Tiunísia ao COMESA é o culminar de esforços iniciados pelo país, em janeiro de 2016, para integrar esta importante Comunidade Económica Regional (CER), que agrupa 20 países africanos com uma população de cerca de 500 milhões de habitantes.

A Tunísia, confrontada com uma crise económica desde os eventos de 2011, procura abrir-se aos países do continente africano para poder diversificar a sua parceria comercial, melhorar as suas exportações e, por conseguinte, a sua balança comercial e o valor da sua moeda local.

O COMESA tem um Produto Interno Bruto (PIB) de 800 biliões de dólares americanos, o que faz dele um dos maiores mercados comerciais no Mundo e o maior em África, com valores de importações anuais de cerca de 32 biliões de dólares americanos, contra 82 biliões da mesma meoda para as exportações.

Atualmente, são Estados-membros do COMESA o Burundi, as ilhas Comores, a República Democrática do Congo, o Djibuti, o Egito, a Eritrea, a Etiópia, o Quénia, a Líbia, Madagáscar, o Malawi, as ilhas Maurícias, o Rwanda, o Sudão, a eSwatini, as ilhas Seicheles, o Uganda, a Zambia e o Zimbabwe.

-0- PANA YY/IN/BEH/MAR/IZ 17jul2018

17 Julho 2018 20:23:18


xhtml CSS