Túmulo de Mandela aberto ao público

Cidade do Cabo, África do Sul (PANA) - O túmulo do antigo Presidente sul-africano, Nelson Mandela, em Qunu, no Cabo Oriental, será aberto ao público, confirmou segunda-feira o seu neto mais velho, Ndileka Mandela.

Contudo, ele declarou que "algumas questões" devem ser resolvidas porque o local é uma propriedade privada.

Nelson Mandela, falecido aos 95 anos de idade em 2013, foi enterrado numa colina na sua casa de infância. O funeral e o enterro do estadista de renome mundial atraíram centenas de milhões de pessoas.

O túmulo deverá ser uma atração popular pelo facto de que a antiga casa de Mandela situada em Vilikazi Street, em Soweto, é visitada por milhares de turistas anualmente.

O arcebispo Desmond Tutu viveu a algumas casas próximo, o que faz dela a única rua no mundo a acolher dois laureados do Prémio Nobel.

No entanto, a ex-esposa de Mandela, Winnie Madikizela-Mandela, queixou-se que os advogados do Governo "atrasaram deliberadamente" o processo jurídico no qual ela reclama pela propriedade onde Mandela foi enterrado.

Pilar da luta anti-apartheid, depois dum divórcio difícil com Mandela em 1990, Winnie lançou no ano passado um processo legal pela propriedade no Tribunal do Cabo Oriental, em Mthatha, alegando que ela foi comprada enquanto ela era casada com Mandela e que lhe pertencia em termos de costumes tribais.

Winnie foi excluída das últimas vontades de Mandela, que deixou a maioria dos seus bens à sua viúva, Graça Machel, e aos seus filhos e netos.

-0- PANA CU/AR/MTA/IS/SOC/MAR/TON 13julho2015

13 juillet 2015 20:23:38




xhtml CSS